Editorial: o desafio de ser uma bicha natalense

By | 15:24 Comente
Era um dia qualquer de fevereiro de 2014 quando foi ao ar a primeira postagem da Bicha Natalense no Facebook. Sem maiores pretensões e nada a perder, a primeira página voltada ao público LGBT do Rio Grande do Norte se tornou um verdadeiro sucesso em pouco tempo. Foram mais de 10 mil seguidores acumulados, milhares de visualizações nas publicações, compartilhamentos a se perder de vista e centenas de fãs (carinhosamente chamados de “bichetes”) por todos os cantos da cidade. 

De lá pra cá, a Bicha se viu abalada por denúncias homofóbicas que levaram a duas exclusões sucessivas da página. Mas o carinho do público, adquirido ao longo dos anos, foi suficiente para enfrentar o ódio daqueles que se veem avessos à diversidade sexual e de gênero. A Bicha voltou pela terceira vez.



De cara nova e ainda mais provocativa, a Bicha Natalense não baixou sua cabeça em nenhum momento. Agora, lança mais um espaço de debate, informação e entretenimento voltado ao público LGBT potiguar, reiterando o pioneirismo que marcou sua trajetória.


Em BichaNatalense.com os leitores vão encontrar conteúdo de qualidade, com muita informação, diversão e prestação de serviço. O close aqui não tem fim.

E ser a primeira nos desafia a lidar com as pressões ideológicas, as dificuldades de um mercado em crise e os embates que ontem, hoje e sempre fazem parte da rotina de todo LGBT.

Mas para nós que fazemos a Bicha, obstáculos são como degraus que indicam movimento a cada superação. Movimento pra frente, pra cima, e que nos aponta um horizonte onde queremos alcançar.

Estreamos com humildade para reconhecer eventuais erros e estar sempre aberto para ouvir críticas construtivas, respeitando nosso leitores e defendendo a ética na prática jornalística. Tudo isso para nos aprimorar e oferecer o melhor conteúdo, sempre.

Seja bem-vindo a BichaNatalense.com, o espaço de todxs nós.


2014

2015
2015 
2016


2016
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: