Além de Lea T, outras duas mulheres trans foram destaques na abertura das Olimpíadas

By | 17:15 Comente


Todo mundo já sabe que a Lea T lacrou na abertura das Olimpíadas, a brasileira de 35 anos foi responsável em conduzir o time brasileiro durante a apresentação.

Maria Eduarda à esquerda e Fabiola à direita. Foto: Reprodução
O que muita gente não sabe é que mais duas mulheres transexuais brilharam naquela noite, a Figurinista Fabiola e a Agente de Turismo Maria Eduarda. 

Fabiola foi responsável em conduzir as delegações dos Emirados Árabes Unidos, Alemanha, índia, República Tcheca, e outras; já a Maria Eduarda conduziu as delegações de Suécia, República Islâmica do Irã e Moçambique.

Em entrevista ao site NLUCON, Fabiola comentou que deu entrevista a uma TV alemã sobre como é ser transexual no Brasil. A figurinista disse que não só ela, como as outras mulheres trans estavam felizes com o convite, mas a realidade do Brasil ainda é de muito preconceito. 

Apesar do nosso país ainda ser altamente LGBTTfóbico, ganhamos cada vez mais representatividade  e força política para sambarmos sempre na cara do preconceito, bem fabulosxs.



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: