Pink Pistols, o grupo de pistoleiros gays dos EUA

By | 16:09 Comente

Armas são para bichas.

Através da premissa que LGBTS’s precisam andar armados para se defender da LGBTfobia, em 2000, um grupo de pistoleiros gays fundaram o “Pink Pistols”, ou Pistolas Rosas, nos Estados Unidos. 

O grupo aceita todos da sigla LGBT, inclusive héteros. Participa do grupo aqueles que acreditam na defesa dos Direitos Humanos. 

Vale lembrar que nos Estados Unidos o porte de arma é legalizado, desde que seja feito uma licença.



No momento, o grupo reúne aproximadamente 45 membros de diferentes lugares do País. A cada dia aparecem novos membros para se integrar ao grupo. A cada ano, ao menos uma vez, eles se encontram para conversas e troca de experiências no tiro.

O grupo explicita que não precisa saber atirar para ser membro, basta querer aprender e acreditar no direito da autodefesa. O grupo firma parcerias com instrutores de tiro que ensinam os novos membros; oferecem ajuda legal para LGBTs que querer portar uma arma; apoiam gay que sofrem com processo pelo uso de arma de fogo e promovem campanhas em defesa do porte legal de armas pela comunidade LGBT.

O grupo dos Pistolas Rosas ganhou enorme repercussão após a tragédia em Orlando, na boate Pulse.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: