PM é chamada para interromper performance com nu artístico no Paraná

By | 08:32 Comente
Foto: Divulgação
A escalada moralista de grupos de direita contra a liberdade artística segue a todo o vapor. No último sábado (14), após denúncias de um desses grupos, a Polícia Militar do Paraná prendeu três membros da organização do Festival de Dança de Londrina por conta de uma performance que envolvia nu artístico.

A performance em questão era a “DNA de Dan”, protagonizada pelo artista curitibano Maikon Kempinski. Na apresentação, Maikon fica dentro de uma bolha transparente fazendo movimentos que imitam uma cobra, com o corpo nu e banhado por um gel.

Os três organizadores do festival que foram detidos tiveram que fornecer seus dados pessoais na delegacia e, na sequência, foram liberados. O artista, por sua vez, não foi detido pois, de acordo com a PM, ele não foi identificado.

No momento da chegada dos policiais, já no final da apresentação, o público fez um “cordão humano” em volta de Kempinski e o retirou do local.

Via Revista Fórum
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: