População LGBT no sistema carcerário brasileiro é tema do Cine Tirésias desta quinta (19)

By | 14:12 Comente

O Núcleo Interdisciplinar de Estudos em Diversidade Sexual, Gênero e Direitos Humanos - Tirésias realiza nesta quinta-feira (19), a partir das 18h30, no auditório do Labcom, no Campus Central da UFRN, mais uma edição do Cine Tirésias.

Neste encontro, serão exibidos dois documentários que discutem as relações de gênero, sob a ótica da população LGBT, no sistema carcerário brasileiro, “A Ala” (2015) e “Dindas” (2014).

Após a exibição dos curtas, será realizado um debate com o professor Fábio Ataíde (Direito/UFRN), a professora e pós-doutoranda em Ciências Sociais Leilane Assunção e o público presente.
A entrada é gratuita e as inscrições devem ser feitas via Sigaa para que os presentes recebam certificado de participação. O evento também é aberto ao público externo.

SINOPSE

“A Ala” (2015)

Liz, Paola, Sebastião, Lana, Vanessa e Charles estão detidos em uma ala de um presídio masculino em Minas Gerais. Dirigido por Fred Bottrel, o documentário mostra os pontos de vista das pessoas detidas nessa ala, enquanto aguardam decisões judiciais sobre as acusações que respondem por crimes como furto, roubo, receptação e tráfico de drogas. Conflitos entre pessoas de diferentes gêneros e orientações sexuais motivaram a implantação das primeiras alas LGBT do país. 

“Dindas” (2014)

Dindas é um documentário que se propõe a discutir as relações de gênero pela ótima das mulheres trans e travestis dentro do sistema carcerário masculino de Pernambuco.

SERVIÇO

Cine Tirésias e a população LGBT no sistema carcerário brasileiro exibe: “A Ala” e “Dindas”.
Quando: Quinta-feira (19), a partir das 18h30.
Onde: Auditório do Labcom, por trás da TV Universitária, no Campus Central da UFRN em Lagoa Nova, Natal-RN.
Entrada gratuita.


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: